Dijon é indiscutivelmente o polo gastronômico da Borgonha (matéria aqui), deixando Beaune, na França, com o título, mais que merecido, de capital dos vinhos da região. Passeios, visitas culturais, excelente estrutura hoteleira e restaurantes aclamados fazem Beaune ser obrigatória no roteiro da Borgonha. 

São 38 vilarejos, entre Côte de Nuits, de onde saem as variações de tinto da Pinot Noir e Côte de Beaune, da Chardonnay, e se estende até Santenay – em um percurso de 60 km. Essa charmosa cidade medieval, que abriga vinhedos centenários, é o cenário ideal para explorar os prestigiosos grands crus e premiers produzidos por lá. As condições climáticas e os métodos tradicionais de produção, proporcionam os terroirs inconfundíveis dos vinhos.

Após enfrentar diversas guerras, entre elas a dos 100 anos e as duas mundiais, a cidade de Beaune foi reconstruída no século 19 e hoje mantém uma intensa programação de eventos culturais e enogastronômicos.

Em quase todas domaines (casas de vinhos) é possível fazer degustação dos rótulos. A Bouchard Ainé & Fils, além da degustação tradicional, oferece também uma harmonizada com chocolates, em uma cave que provoca os cinco sentidos.

Em uma bela construção medieval, o Hospices de Beaune é um monumento histórico da cidade. A instituição foi fundada em 1443 pelo chanceler Nicolas Rolin, juntamente com sua esposa, Guigone des Salins, no intuito de atender os enfermos necessitados que sofriam com a peste na Europa. Desde 1985 funciona como museu e guarda a memória da cidade ao replicar as dependências do hospital, instrumentos médicos e as obras de arte da época.

Se a ideia é passar alguns dias na cidade, o hotel Le Cep fica localizado bem próximo ao centro da cidade, a poucos passos do Hospices de Beaune e da Basílica de Notre-Dame.

A construção do século 15, que faz parte do Small Luxury Hotels of the World, possui 65 quartos, sendo 29 suítes com decorações distintas. Aproveite a estada e faça uma refeição no estrelado restaurante Loiseau de Vignes, do famoso chef Bernard Loiseau, que hoje é comandado por Mourad Haddouche.

Apesar de pequena, Beaune oferece uma variedade de programas para todos os gostos e idades. Visitas culturais, passeio de bicicleta ou balão, cursos de enologia, gastronomia e muito mais.

Fotos Pamela Carvalho e divulgação

Posts relacionados