Habitué de Portugal, a diretora geral de publicidade do Grupo Doria, Bia Cruz, fez um roteiro do que visitar em Porto, Douro e em Lisboa – destinos cada vez mais procurados pelo público brasileiro para passar as férias. Abaixo, restaurantes, hotéis e passeios imperdíveis!

PASSEIOS EM PORTO
Em uma primeira visita, ela fala que não deve-se deixar de conhecer: Estação São Bento (célebre pelos seus painéis de azulejo); Palácio da Bolsa (o salão árabe é “simplesmente maravilhoso”, segundo Bia). Não perca, também: Igreja São Francisco Xavier (rosácea gótica); Livraria Lello (que serviu de inspiração para J.K. Rowling imaginar as escadarias de Hogwarts, no mundo fantástico de Harry Potter); Torre dos Clérigos (edificação do século XVIII, de inspiração barroca, que marcou a configuração urbana da cidade; hoje abriga um museu); Museu de Serralves (mais importante museu de arte contemporânea de Portugal).

Portugal: o que fazer em Porto pela primeira vez?


RESTAURANTES EM PORTO

Yeatman Hotel
O restaurante proporciona um ambiente clássico e confortável, carimbado por duas estrelas Michelin (guia 2017). A experiência enogastronômica harmoniza uma cozinha de imaginação (sabores tradicionais portugueses são interpretados e apresentados num estilo contemporâneo), com variedade de peixes e produtos frescos, e ingredientes regionais. Mais: Faça a degustação do vinho do Porto na Taylor’s ou Grant’s, ao lado do hotel.

Rua do Choupelo, 4.400 / Tel.: +351 22 013 3100

DOP, do chef Rui Paula
A experiência gastronômica proporcionada pelo aclamado chef Rui Paula tem incursões pelos verdadeiros clássicos da cozinha portuguesa. Em ambiente descontraído, calmo e informal, perfeito para um drink com vista. O restaurante foi pensado para funcionar como um espaço de encontros, cosmopolita e, ao mesmo tempo, familiar.

Largo São Domingos, 18 / Tel.: +351 22 201 4313

Cantinho do Avillez
No Cantinho, encontra-se o melhor da cozinha portuguesa contemporânea com influências de viagens. Para que cada visita seja uma experiência diferente, a carta oferece grande variedade de petiscos, entradas, pratos principais e sobremesas. O serviço, simpático e informal, contribui para um ambiente confortável e descontraído.

Prego MX LX, México x Lisboa (Foto: Paulo Barata/Divulgação)

Rua Duques de Bragança, 7 / Tel.: 351 21 199 2369

Cafeína
Primeiro de um grupo de restaurantes (Terra, Portarossa e Casa Vasco), o Cafeína é patrimônio cultural da cidade. Já se vão 20 anos desde que Vasco Mourão o montou. Em sua cozinha, tipicamente de raiz portuguesa, há traços de influências francesa e italiana.

Rua do Padrão 100 / Tel.: +351 22 610 8059

Terra
Irmão mais novo do Cafeína, o restaurante fica bem pertinho do Mar, e tem características bem especiais. Aqui, o Oriente e o Ocidente se fundem no sushi bar, criando um ambiente requintado e sofisticado. O pé direito enorme, a decoração sóbria e confortável – e a varanda cheia de plantas – fazem com que a comida seja mais um atrativo de quem busca a experiência gastronômica.

Rua Padrão 103 / Tel.: +351 226177339

Traça
De influência Ibérica, o restaurante Traça baseia-se na cozinha tradicional portuguesa. As entradas passam pelo carpaccio de lombo de veado, pelas lâminas de foie com maçã caramelizada, pela salada de cecina e de perdiz (uma ave), entre outras. Entre os principais, há carnes, risotos, peixes e frutos do mar.

Largo São Domingos 88, Porto / Tel.: +351 22 208 1065

Cantina 32
O ambiente meia luz e até mesmo sombrio nada tem a ver com o paladar agradável das refeições. Ali, deve-se experimentar a francesinha (um sanduíche tradicional de Porto), feito com pão, molho, queijo… Um equilíbrio de sabores! As sobremesas são surpreendentes e os pratos ótimos para compartilhar.

R. das Flores 32, 4050-262 / Tel.: +351 22 203 9069

8 atrativos para sair do básico em Portugal


REGIÃO DO DOURO
Bia indica os hotéis Six Senses Douro (cidade de Lamego) e o Vintage House (cidade do Pinhão) para quem quiser desvendar os segredos e maravilhas desta região, bem conhecida pela fabricação de vinhos. Inclusive, quem for atrás de enoturismo, ela aconselha o Quinta do Vallado. “Eu fui e amei”, exclama.

RESTAURANTES EM PESO DA RÉGUA, DOURO

Castas e Pratos
O restaurante une a gastronomia moderna e criativa, nunca esquecendo os sabores locais.
O espaço também abriga eventos, lançamentos de vinhos e provas com enólogos. Ainda funciona um “Wine Bar”, onde é possível degustar os vinhos e ver o tempo passar.

Camarão tigre, purê de maçã e aipo caramelizado, do restaurante Casta e Pratos (Foto: reprodução/Site)

R. José Vasques Osório, 5050-280 / Tel.: +351 254 323 290

DOC, do chef Rui Paula
Composto por uma ampla sala, com capacidade para 100 pessoas, complementada por uma belíssima esplanada que acolhe até 70 pessoas. Ideal para momentos tranquilos, românticos e intimistas, acolhe grupos e outros eventos onde se celebre o vinho e a gastronomia. Os menus mudam conforme a estação, mas há grande variedade de carnes, peixes e frutos do mar, risotos, açordas e legumes. O chef Rui Paula ainda propõe duas degustações – menu ‘Douro’ e ‘Signature’ – ambos com harmonização de vinho.

Cais da Folgosa, Estrada Nacional 222, Folgosa / Tel.: +351 254 858 123

Portugal: onde comer em Lisboa


RESTAURANTES EM LISBOA
Todos os restaurantes do chef José Avillez
Bem recomendados, ele tem ao menos três só no Chiado. Todos são excelentes! Um que fui e adorei foi o Bairro do Avillez. Outro dele que encantou os lisboetas desde que inaugurou foi o Belcanto, no centro histórico de Lisboa. Destacam-se a localização, o serviço discreto e a sua cozinha. O chef propõe uma viagem gastronômica e sensorial, com pratos portugueses revisitados em um ambiente sofisticado.

Bairro do Avillez – Rua Nova Trindade, 18 / Tel.: +351 21 583 0290
Belcanto – Largo de São Carlos, 10 / Tel.: +351 21 342 0607

Lisboa: Cantina Zé Avillez resgata origem dos restaurantes portugueses

Outra novidade em Lisboa são os mercados, da Ribeira e o de Campo d’Ourique. Eles foram revitalizados e têm até uma área reservada à praça de alimentação. À sua volta estão os melhores restaurantes de Lisboa, em uma versão soft. Você pode escolher qualquer um ou vários. Só tem um problema: o ruído de tanta gente em um só lugar.

Time Out Market mescla chefs famosos e restaurantes locais (Foto: Shutterstock)

Portugal: cinco opções do que fazer em uma primeira visita a Lisboa


Fotos: Divulgação e Reprodução/Site

Posts relacionados