Kitchen Market, restaurante no porto de Tel Aviv, traduz a renovação e a vanguarda da cidade

Tel Aviv pode facilmente ocupar o posto de uma das capitais gastronômicas do mundo. Nas palavras do ex-primeiro ministro do país, Ehud Olmert, que nos recebeu na comitiva de empresários brasileiros: “por que não vir pra cá?” Após uma semana produtiva de trabalho, também posso dizer: é difícil escolher o melhor restaurante da cidade.

Percorremos os top 10, os tradicionais, os recomendados, e digo: nenhum, absolutamente nenhum, decepcionou. Desde Manta Ray, na beira da praia, até o Mul Yam, conhecido como o mais sofisticado.

Fechamos com chave de ouro, no contemporâneo e moderno Kitchen’s Market, localizado no mezanino do Farmer´s Market, no porto de Tel Aviv. Toda a região do porto foi restaurada e deu lugar a uma agitada orla, com ciclovia e muito espaço para contemplação.

Na minha percepção, a gastronomia israelense é imperdível pelas entradas e os “mezzes”, que superam os pratos principais. E aqui tudo foi absolutamente equilibrado e não menos impressionante. A proximidade com o mercado, parecidos com nossas feiras, é facilmente percebida no frescor dos produtos oferecidos.

De entrada, as lulas (Calamari Bombay), com especiarias; o carpaccio de peixe do mediterrâneo e o “The Egg”, um ovo mal passado com azeites de cogumelos e de trufas. Muito saboroso!

HK-insrael-02

Ainda para beliscar, a pizza carbonara é leve e vem bem fininha. De prato principal, o ideal é aproveitar o menu e pedir pratos para dividir no centro da mesa. Assim é possível degustar mais opções. O nhoque com cogumelos é bem macio, já o peixe, fresco e saboroso, é uma opção saudável e tem toque de temperos regionais.

HK-insrael-03

O frango cresce ao se unir aos acompanhamentos, um nhoque com compota de figo. Mas o meu prato favorito foi o cordeiro cozido sete horas lentamente, com um leve purê de batatas.

HK-insrael-04

De sobremesa, as pérolas de chocolate branco recheadas de Baileys, que enchem os olhos com sua apresentação em ostras. Lindas e saborosas, ao comer, em uma mordida, explodem na boca liberando todo o líquido de seu interior.

HK-insrael-05

Outra sobremesa que surpreendeu foi o cheesecake com chocolate (parece que é especialidade por aqui). A primeira impressão é que ele parece uma porção mini, mas a cada colherada encontramos novos sabores embaixo da camada de chocolate polvilhado.

HK-insrael-06

Para fechar, um bom espresso e o pôr do sol no horizonte do mediterrâneo, ladeado pelo porto de Tel Aviv. Imperdível.

HK-insrael-07

http://www.kitchenma​rket.rest-e.co.il

Posts relacionados