Anualmente, a Virtuoso, rede global de viagens de luxo, premia o “melhor dos melhores” em hospedagens. Todos os indicados recheiam seu portfólio que reúne mais 1,3 mil propriedades em mais de 100 países. Indo além das experiências, esses hotéis ditam tendências e oferecem aos seus hóspedes conceitos únicos, uma assinatura própria.

 

Palácio Tangará, Oetker Collection, São Paulo, Brasil

Um antigo casarão rodeado pela paisagem verde do Parque Burle Max é o cenário que abriga o primeiro empreendimento da rede hoteleira Oetker Collection na América Latina. Celebrando seu primeiro ano de atividades em São Paulo, o hotel é o único brasileiro a concorrer em todas as nove categorias. Antigo palácio do empresário Baby Pignatari e sua esposa Ira Von Furstenberg, a Chácara Tangará, como era chamada na época, teve sua revitalização arquitetônica projetada pelo trio: B+H Architects, PAR Arquitetura e Bick Simonato Arquitetura e Decoração. A arquiteta Patricia Anastassiadis foi a responsável pelo seu interior, incluindo o lobby, bar, restaurante, spa e os 11 salões de festas.

Oásis urbano, o hotel possui 141 apartamentos (Crédito: divulgação)

Sagamore Pendry Baltimore, Baltimore, Maryland, EUA

Localizado no centro de Baltimore, o estrelado hotel oferece 128 quartos luxuosos no histórico Recreation Pier, no bairro Fell’s Point. A propriedade foi projetada pelo designer Patrick Sutton que se inspirou na herança náutica e na natureza equestre da marca Sagamore. Uma verdadeira explosão de nuances que impacta os hospedes pela vibrante fusão entre o passado arenoso e estrutural do edifício com uma recente sobreposição luxuosa e acabamentos finos. Semelhante a uma biblioteca, o lobby ganhou colunas de ferro fundido, enquanto os quartos são decorados com materiais náuticos, como latão polido, tecidos ricos em couro e madeira de mogno.

The Beekman, A Thompson Hotel, Nova Iorque, Nova Iorque, EUA

Interior The Beekman, A Thompson Hotel (Foto: divulgação)

Uma verdadeira joia localizada em uma região recém transformada: Lower Manhattan. The Beekman tem ao redor os lugares mais emblemáticos de NY como a ponte do Brooklyn e o Park Row Building. O hotel boutique é na verdade um prédio vitoriano de 1883 restaurado pelo designer e arquiteto sueco Martin Brudnizki. Sua decoração reúne peças clássicas e contemporâneas, com destaque para as luminárias de vidro, os mosaicos de mármore e os tapetes persa em estilo vintage. 

Vai viajar para NY? Confira dicas incríveis de Fernanda Motta

The Fontenay Hamburg, Hamburgo, Alemanha

Com um investimento de 100 milhões de euros, o multimilionário Michael Kuehne tinha planos ambiciosos para sua propriedade: torná-la a mais luxuosa de toda a Europa. Recém-inaugurado, todos os seus 131 quartos oferecem uma incrível vista para o Lago Alster. A arquitetura se destaca por seu design moderno.

Fachada do hotel The Fontenay, na Alemanha.(Foto: Divulgação)

 

The Silo Hotel, Cidade do Cabo, África do Sul

Uma verdadeira obra de arte desenhada pelo renomado Thomas Heathewick, fundador do Studio Heathewick, em Londres. O hotel é sinônimo de conforto e high design na Cidade do Cabo, a cosmopolita capital da África do Sul. Localizado na região de Waterfront, aparece na “Hot List”, de 2017, da famosa publicação Condé Nast Traveller’s por oferecer ao hóspede uma experiência única de imersão com a arte moderna.

The Silo Hotel design na Cidade do Cabo (Foto: divulgação)

O hotel ocupa os seis últimos andares do prédio que também abriga, desde 2017, o Zeitz Museum of Contemporary Africa Art (MOCAA).

Posts relacionados