Do outro lado do mundo, Sydney, na Austrália, atrai não só os jovens brasileiros, como também famílias e seus mini viajantes. Que tal explorar a Austrália com crianças?

*Por Fabíola Carvalho

É só aterrissar na terra dos cangurus para sentir a magia que tem a Australia. No lugar onde a qualidade de vida é quase uma filosofia, fica impossível não entrar no clima e relaxar. Sydney e redondezas nem precisaria de grandes atrações para crianças, já que possui, por si só, uma natureza espetacular.

Ficar ao ar livre é estilo de vida dos australianos que cultivam a arte de bem viver. As crianças correm soltas pelas praias, parques e diversos playgrounds, espalhados pela cidade.

É bastante comum encontrar parquinhos em frente às praias, o que faz muitas famílias passarem o dia entre mar, brinquedos e piqueniques. Uma bela combinação. Muitas também tem piscinas com água do mar, construídas para driblar dias de mar agitado ou tubarões/água-vivas.

IMG_6591
Além da natureza, Sydney tem muitas outras atrações para a garotada. Com mais de 2,6 mil espécies de animais, e uma bela vista para a cidade, o Taronga Zoo tem atividades para um dia inteiro, incluindo o passeio pelo Sky Safari – uma espécie de teleférico que passa por cima do zoológico.

Em Darling Harbour ficam o Sea Life Aquarium e o Wild Life que permitem às crianças interagirem com seres do mar, cangurus e koalas. Acompanhado por monitores dá para chegar pertinho e tirar fotos com os animais. Na saída pode-se encontrar diversos restaurantes com menu kids, o que facilita muito na hora da fome.

IMG_6587
Ao lado do Opera House, fica o lindo parque Royal Botanic Gardens com uma flora incrível e muita área verde para as crianças aproveitarem. Muitos utilizam o “tapete verde”para picnic. Aos sábados, a feirinha de Paddington Markets tem comida, roupas e artesanato local. Depois, a dica é seguir para o Centennial Park., onde também tem playground e muito espaço verde para as criancas brincarem.

Caminhar à tarde, sem pretensão, pelas ruas de Surry Hills é uma delícia. A sorveteria Messina é parada obrigatória, com destaque para o chocolate fondant. Aos domingos, a feira em The Rocks, o bairro mais antigo da cidade, é cheia de barracas, com comidinhas e atrações musicais pelas ruas, além de restaurantes e pubs deliciosos.

Outro passeio imperdível é o Australian Museum, que conta a história dos aborígenes e sua adoração pela terra, em uma exposição interativa e muito bem planejada. Dentro do museu tem o Kids Space, para as crianças explorarem e brincarem livremente.

IMG_6590
Na parte central da cidade, o Hyde Park, com suas flores, fontes e uma vista estonteante para a catedral St. Mary’s. Já no norte da Harbour Bridge, o Luna Park tem carrossel, roda gigante e muitas outras atrações à moda antiga.

Ainda dentro da metrópole, Bondi Beach é um dos cartões postais de Sydney, e apesar de ser uma praia voltada para o surf, dá para as crianças se divertirem por lá. Fazer a trilha de Bondi à Coggee Beach garante paisagens de tirar o fôlego. Mas atenção nas crianças, pois se encontra muitos penhascos pelo caminho. Depois da trilha, o restaurante Bondi Trattoria vale a visita, e estão bem preparados para receber as crianças, com comida de boa qualidade.

IMG_6589
A locomoção pela cidade com as crianças é tranquila. O sistema de transporte público funciona muito bem. Por meio de um cartão pré-pago pode usar ônibus, trens e ferrys, com débito no cartão, de acordo com a distância percorrida. O acesso para os carrinhos nos coletivos, que interligam Sydney aos seus arredores, é fácil. Fraldário você encontra em todos os  lugares. Chamados Parent’s Room, feito para mães e pais, o que já diz muito sobre como as famílias por lá participam igualmente na criação dos filhos. É fácil alimentar os pequenos por lá, são muitas as opções de comidas saudáveis, além do prato nacional Fish & Chips, que faz sucesso com a criançada. Para os adultos, tem vinhos e cervejas de primeira qualidade em qualquer esquina.

Austrália é um brinde à vida e, apesar da distância, vale cada quilômetro rodado para chegar lá.

Cheers, Mates!

Posts relacionados