Reconhecida como polo cultural na cidade de São Paulo por sua rica programação cultural de shows, cursos, oficinas, palestras e exposições, a Casa-Museu amplia atendimento das visitas guiadas, sem a necessidade de agendamento prévio

Inspirada no Palácio de Sanssouci, em Potsdam, Alemanha, cujo salão de festas estão dispostas as peças mais raras da casa e foi decorado pelo italiano Terri Della Stuffa, pioneiro do design de interiores em São Paulo, a Casa-Museu Ema Klabin, localizada no Jardim Europa, tradicional bairro paulistano, abriga mais de 1500 obras de grandes mestres da arte.

ema-klabin-museu

Com um jardim que leva assinatura de Burle Marx e aberta ao público desde março de 2007, a Casa-Museu, antiga residência da mecenas, colecionadora e empresária Ema Klabin (1907-1994) abriga um valioso acervo provenientes dos quatro continentes e diversas civilizações, com mais de 1500 obras, entre pinturas do russo Marc Chagall, do holandês Frans Post, talhas do mineiro Mestre Valentim, mobiliário, peças arqueológicas e decorativas.

Para quem não conhece ou quiser ir novamente, fica a dica: Casa-Museu Ema Klabin funciona de quarta a domingo, das 14h às 17h (com permanência até as 18h), sem agendamento. Aos finais de semana, a visita tem entrada franca. Nos outros dias, o ingresso custa R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia) e para os professores a entrada é grátis, em qualquer dia e horário.

Serviço:

Ema Klabin
Rua Portugal, 43, Jardim Europa – São Paulo

Fotos: Divulgação 

Posts relacionados