Para aqueles que já visitaram todos os pontos turísticos clichês do Rio de Janeiro e querem curtir a Cidade Maravilhosa fora do eixo habitual, separamos alguns programas para aproveitar a cidade de um outro ângulo

Praia de Grumari

Com acesso mais restrito, faz parte de uma reserva ambiental e fica localizada a 20 quilômetros do centro da Barra da Tijuca. Sua extensão de 2,5 km chama a atenção pela natureza preservada, com seus morros, costões e vegetação de restinga. A orla é o cenário perfeito para quem quer caminhar, relaxar ou apenas curtir a natureza. No mar quem domina são os surfistas, já que o mar é superagitado e perfeito para a prática do esporte. O acesso para a praia é feito a partir do bairro do Recreio dos Bandeirantes, pela avenida do Estado da Guanabara.

rio_iniciados_1

Museu do Amanhã

Eleito essa semana pelo jornal britânico “The Guardian” como um dos dez melhores novos museus, foi inaugurado em dezembro de 2015 com projeto espetacular do arquiteto espanhol Santiago Calatrava. O museu, que fica na Praça Mauá,  convida o visitante a refletir sobre como queremos viver, explorando ideias e perguntas. Examina o passado, analisa o presente e faz um rascunho de possíveis cenários para daqui 50 anos. Vale a visita que, além de muita informação, tem um arquitetura de cair o queixo.

rio_iniciados_2

Feira de São Cristovão

Bastante frequentado pelos locais, a feira de São Cristovão, no Centro Municipal Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas traz o que há de melhor da região para o Rio de Janeiro. Além do shows com o tradicional forró pé de serra, muito artesanato e comidas típicas. Dentro do pavilhão tem o divertidíssimo karaokê no Bazar da Cantoria e a mostra sobre a vida do mestre Luiz Gonzaga.

rio_iniciados_3

Parque Lage

Aos pés do morro do Corcovado, no Jardim Botânico, o Parque Henrique Lage foi tombado como patrimônio histórico e cultural da cidade do Rio de Janeiro, pelo IPHAN. Os jardins verdes e bem cuidados em estilo inglês, possuem uma diversidade de vegetação de impressionar. O palácio, construído pelo arquiteto italiano Mario Vodret em 1927, é um espetáculo a parte. Dentro dele funciona, desde 1975, a Escola de Artes Visuais do Rio de Janeiro. Vale se programar para tomar o famoso café da manhã servido no restaurante do parque.

rio_iniciados_4

Vista Chinesa

Dentro da floresta da Tijuca está a Vista Chinesa, um mirante com uma pequena construção em estilo chinês e um importante ponto turístico da Cidade Maravilhosa. De lá de cima, uma vista deslumbrante da zona sul da cidade, incluindo o Corcovado, o centro do Pão de Açúcar e parte da Baia de Guanabara. O acesso se dá apenas de carro, táxi ou, prática muito comum lá vista, de bicicleta para quem estiver com a saúde em dia.

rio_iniciados_5

Fotos *  Shutterstock e Divulgação

Posts relacionados